Sobre Comunicação Positiva: você pede ou exige? Descubra!

March 5, 2019

 

Você sabe qual a diferença entre fazer um PEDIDO e fazer uma EXIGÊNCIA a alguém? 

 

Bom, de forma direta, eu posso dizer que PEDIDOS são recebidos como EXIGÊNCIA quando o outro acredita que será CULPADO ou PUNIDO se não atender o seu pedido. Logo, se quando o outro não o atende, você reage de forma negativa, com intuito de o punir, o que você estava fazendo é realmente uma exigência e não um pedido.

 

Se você não reconhece quando está fazendo um ou outro, provavelmente você tem, ao longo da vida, exigido ao invés de pedir.

 

Mas Day, qual a relevância disso na minha vida?

 

O ponto chave aqui é que quando você exige algo de uma pessoa, ela normalmente só enxerga 2 opções:

Ser SUBMISSA ao seu pedido ou se REBELAR.

Embora algumas pessoas possam gostar de ter alguém submisso à suas exigências, eu te garanto que essa reação não é tão benéfica quando pensamos em médio e longo prazo. Quando as pessoas se sentem “obrigadas” a fazer algo, o fazem com o coração pesado, sem vontade ou motivação e na primeira oportunidade de sair daquela situação, elas sairão!

 

Quão maravilhoso é obtermos ações verdadeiras, de coração e espontâneas dos outros, independente de relação que mantemos com essa pessoa. Tudo que é feito por vontade própria e/ou de forma consciente tende a ser mais bem feito e duradouro.

É muito comum nos depararmos com essas situações em relacionamentos amorosos, onde um parceiro tenta obrigar o outro a ser como este gostaria. Como vimos, pressionar, acusar, acuar e ameaçar o outro não gerará os resultados que você necessita, muito pelo contrário. A pressão entra pela porta e amor sai pela janela!

 

Imagine o seguinte diálogo:

- Olá Tânia, não estou me sentindo bem hoje, será que você pode me substituir na equipe?

Isso é um pedido ou uma exigência? Bom, depende da reação a seguir.

- Carlos, estou muito cansada nessa semana. Será que você poderia ver a possibilidade de outra pessoa te substituir?

- Nossa Tânia! É tão típico você ser assim tão egoísta!

Ou seja, Carlos quer receber empatia de Tânia sobre seu mal estar, mas não oferece a mesma empatia a Tânia que diz que está muito cansada. 

 

E Carlos ainda pode piorar, dizendo:

- Você sabe que tenho tido problemas pessoais, se você fosse mesmo minha amiga, faria isso por mim!

Agora Carlos se excedeu e provavelmente sua relação com Tânia nunca mais será a mesma.

 

EM RESUMO

 

Em termos práticos, ao receber uma negativa, não significa que você deve desistir das coisas que você pede a alguém. O que eu quero dizer é que caso você faça um pedido e receba um “não” como resposta, aconselho você a tirar o foco do sentimento que você terá (normalmente ficamos furiosos) e tente entender o por quê da pessoa está te negando aquilo. Muitas e na maioria das vezes, nós queremos que o outro nos diga SIM, que se coloque em nosso lugar, mas por muitas vezes, somos incapazes de nos colocar no lugar do outro.

 

Fica então essa preciosa dica para melhorar suas relações em casa e no trabalho. Tente pedir, ao invés de exigir. E ao receber um não, tente exercer a empatia antes de reagir negativamente. Essa e outras dicas, eu ofereço em meu Curso de Comunicação Interna, onde ensino como recuperar a essência da comunicação entre as pessoas e trazer consciência para reformular a maneira como se relacionam dentro das empresas. Você pode conferir mais informações, na pagina inicial do site.

 

Abraços Empáticos!

www.daylouise.com.br

Share on Facebook
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

Contato

 e-mail: day@daylouise.com.br  

Tel: 55 (48) 9 9656-6165

Rod. José Carlos Daux, 01 - João Paulo, 

Florianópolis | Santa Catarina | Brasil

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram