O que ainda o assusta no empreendedorismo?

September 12, 2018

 

Lançar e executar um negócio pode ser muito assustador. Seis fundadores experientes responderam sobre o que ainda os assusta e sobre o que fazem para contornar isso.

 

1. Ser o homem do dinheiro

"Vindo de um contexto criativo, há muito tempo consigo evitar lidar com finanças. Agora, como CEO de uma empresa, tenho que gerenciar a Demonstração do resultado do exercício e garantir que estamos otimizados em todos os níveis. Estabelecer um compromisso permanente com meu contador a cada duas semanas tornou a área um pouco menos intimidante. Além disso, todas as manhãs, verifico as vendas do dia anterior para que possamos ajustar ativamente os gastos em tempo real e tomar decisões mais inteligentes.”

- Sarah Ahmed, fundadora e CEO, Warp + Weft

 

2. Oratória

"Falar em público. Acontece que sou tímida. As pessoas que me conhecem nunca acreditam nisso, mas quando se trata de falar diante de uma multidão, fico muito nervosa. Algumas pessoas são naturais, não precisando de nenhuma preparação. Eu, por outro lado, me preparo muito. Quando chego lá, estou confortável, mas a expectativa é com o que eu me esforço, e aproveitar esse tempo extra para me preparar completamente ajuda a aliviar a tensão. ”

- Cheryl Kaplan, co-fundadora e presidente, M.Gemi

 

3. As grandes decisões

“Na jornada empreendedora, muitas coisas são novas e não testadas. O tipo de dados que normalmente me ajudariam a tomar decisões inteligentes é inexistente. Eu sou assombrada pelas indecisões, mas normalmente é uma suspeita da minha intuição. Acho que as fundadoras lutam mais com isso, especialmente quando as partes interessadas são do sexo masculino - estar armado com dados geralmente é como ganhamos credibilidade. Eu tomo meu tempo tomando decisões e domino no assunto antes de fazer a ligação final. Eu não solicito conselhos e limito meu tempo para me concentrar em meus próprios pensamentos.”

- Jennie Baik, co-fundadora e CEO da Orchard Mile

 

4. Os riscos

“Não importa o quão longe você esteja com a sua empresa, você vive com medo de que tudo desmorone. Até os amigos que construíram negócios de bilhões de dólares sentem isso. No final do dia, é realmente um medo do fracasso. Você supera isso de duas maneiras. Em primeiro lugar, gratidão: Seja grato pelo que você tem, enquanto você o tem. Segundo, presença: pense no que você precisa fazer todos os dias, e não no que poderia acontecer no futuro. ”

- Matt Pohlson, co-fundador e CEO da Omaze

 

5. A competição

"Receio que um concorrente entre no mercado e faça tão bem quanto - ou melhor do que - o fazemos. Alguns anos atrás, várias empresas com conceitos surpreendentemente semelhantes surgiram, com muito capital por trás delas. Eu realmente pensei que eles nos tirariam do mercado - eu tinha pesadelos sobre isso. Senti uma imensa quantidade de culpa sabendo que minha equipe estava confiando em mim para a sua subsistência quando havia uma chance de decepcioná-los. Eu tive que ignorar a concorrência e me concentrar em fornecer o melhor produto e experiência do cliente, sem me preocupar com o que estava acontecendo ao nosso redor. ”

- Christina Stembel, fundadora da Farmgirl Flowers

 

6. A contratação

"Estou com medo de contratar as pessoas erradas à medida que crescemos, levando ao desperdício de tempo e dinheiro e a possível criação de um caos cultural. Algum nível disso é inevitável. Mas. Nós examinamos, obtemos referências, fazemos avaliações de adequação cultural e planejamos o melhor de nossa capacidade. Ainda assim, erros acontecem. Mas podemos aprender com todos que conhecemos. Dessa forma, mesmo que eles não sejam adequados, ou se a mudança tiver que acontecer, foi uma experiência valiosa. ”

- Jessica Herrin, fundadora e CEO, Stella & Dot

 


Por mais experiente que um empreendedor possa ser, os medos farão parte do seu dia a dia, das pequenas, até as grandes decisões. Importante conhecer a si mesmo e buscar no medo uma possibilidade de crescimento, aprendizado e melhoria. É realmente reconfortante pensar que todos passam por isso, ou seja, você não está sozinho. 

 

 

Tradução e Adaptação do "6 Founders Share What Still Scares Them About Entrepreneurship -- and How They Push Past These Fears".

 

 

 

Sobre a autora:

​Day Louise é Administradora e Especialista em Comunicação Mídias e Inovação. Nos últimos anos se aprofundou nas áreas de Comunicação e Criatividade por meio de ações de intraempreendedorismo para gerar Inovação Colaborativa nas organizações.

 

 

 

Share on Facebook
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags

Contato

 e-mail: day@daylouise.com.br  

Tel: 55 (48) 9 9656-6165

Rod. José Carlos Daux, 01 - João Paulo, 

Florianópolis | Santa Catarina | Brasil

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Instagram